ENTRAR NO SITE
 
  Português   Español   English  
 


 
  Esoterismo
 Título: Somos indivíduos únicos Data: 11/11/2011
 
SOMOS INDIVÍDUOS ÚNICOS

Por Helena Gerenstadt ( terapeuta holística)



É importante compreendermos que somos efetivamente indivíduos únicos ou singulares e que possuimos ou podemos desenvolver um bom número de talentos ainda não conhecidos. Igualmente importante é compreendermos que cada um deve descobrir por si mesmo quais são esses talentos e como eles podem ser melhor aplicados em sua vida. Não podemos depender de pais, superiores, nem de qual-quer outra pessoa que nos diga o que devemos ser ou o que fazermos. Podemos aprender muito com os outros, mas as decisões que tomarmos na vida terão de ser nossas, já que nós mesmos teremos de viver com as consequências, boas ou más.

Samuel Johnson refletiu esta idéia ao dizer:"Jamais alguém se tornou grande por imitação".

A criatividade e a individualidade andam de mãos dadas. Aprender a relaxar e ser autêntico permite que os horizontes da mente se expandam e passem a abranger mais idéias incomuns, coisas que poderiam não ocorrer a outras pes-soas. Ser criativo envolve saber que, com muita frequência, não há respostas certas ou erradas, e que a opinião dos outros é, às vezes, perfeitamente irrelevante.

Entretanto, quando uma pessoa se desvia da trilha costumeira da conformida-de, arrisca-se a sofrer certo grau de rejeição e menosprezo por parte das demais. A pressão dos superiores e da maioria das instituições sociais tende a reforçar o conformismo e punir qualquer desvio das normas estabelecidas. Também os indivíduos muitas vezes procuram controlar outros por motivos pessoais, o que pode igualmente ser um grande impedimento à produtividade criativa

Aprender a ser um indivíduo singular, portanto, apresenta certo risco. Este risco inclui o estabelecimento de nosso próprio conjunto de valores, ao invés de recorrermos a outros em busca de constante reforço e apoio. Felizmente, o tornar-se mais criativo faz com que o indivíduo passe a aumentar sua autoconfi-ança, do mesmo modo que o desenvolvimento da autoconfiança faz com que o indivíduo incremente suas atividades criativas. A autoconfiança aumenta a capacidade de aceitação de riscos e de estabelecer seu próprio conjunto de valores.

Quando reconstruimos a imagem que temos de nós mesmos e mudamos o modo pelo qual permitimos que outros nos influenciem, criamos as condições adequadas para que venham à luz nossas idéias criativas. Os psicólogos enfatizam a importância de estabelecermos um ambiente de segurança e liberdade psicológicas, dentro do qual a criatividade possa florescer naturalmente.

A criatividade é facilitada: quando pensamos em nós mesmos como indivíduos singulares; quando compreendemos que somos capazes de encontrar nossas próprias respostas para os problemas da vida; quando entendemos que não precisamos nos curvar profundamente diante de nossos superiores ou diante das pressões soci-ais; e quando percebemos que a aceitação de riscos e a autoconfiança são carac-terísticas importantes a serem desenvolvidas.



por Helena Gerenstadt - gerenstadt@terra.com.br
Terapeuta Holística, atuando com a Numerologia Pitagórica e a Árvore da Vida, Tarot Egípcio, Reiki, Radiestesia e Radionica, e outras ferramentas. Ministrante de vários cursos - vide site www.agarta.com.br
Visite o Site do autor

 
 

 

tarô do amor - tarô das bruxas - tarô de Marselha - tarô da espiritualidade - tarô do trabalho - tarô do dia
tarô da sorte- tarô do sexo - bola de cristal - dadomancia -baralho cigano - dominomancia -jogo de runas
jogo de buzios - cartomancia - oráculo do amor - numerologia do amor - runas do amor -oráculo dos chakras